Home Perguntas frequentes Qual é a taxa de adoção de sementes transgênicas em comparação às suas versões convencionais no Brasil?

Perguntas frequentes

Qual é a taxa de adoção de sementes transgênicas em comparação às suas versões convencionais no Brasil?

Essa taxa vem crescendo sistematicamente. Em 2018, o Brasil cultivou uma área de 41,3 milhões de hectares de plantações geneticamente modificadas, segundo dados do Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia (ISAAA). Em relação a 2015, esse total aumentou 7,1 milhões de hectares. No caso da soja, o índice de adoção de sementes transgênicas passou de 71% em 2009 para 96% em 2018, abrangendo uma área de 34,86 milhões de hectares.

As sementes geneticamente modificadas (GM) já respondem, dessa forma, por quase a totalidade da soja plantada no Brasil, restando menos de 4% para as culturas convencionais. Com o milho, a parcela de itens transgênicos também tem crescido a cada ano, de 31% em 2009 para 89% em 2018. Mas o grande destaque de 2018 foi o algodão, cuja taxa de adoção das versões GM era de 16% em 2009, passou para 84% em 2018.