Home Publicações Mortalidade nova praga do amendoim

Publicações

Mortalidade nova praga do amendoim

Em 2013, pesquisadores brasileiros demonstraram, por meio de estudos moleculares, que dois tipos de toxinas Bt, Cry e Vip se ligavam em diferentes regiões do intestino da larva de S. albula e causavam sua morte. Esse resultado serviu como base para que bioinseticidas formulados a partir de Bt fossem avaliados no controle da nova praga do amendoim.

As análises dos produtos à base de Bt foram divulgadas em 2018 e enfatizaram o potencial desses bioinseticidas contra a S. albula. As bactérias Bt que integravam os produtos avaliados produziam diferentes tipos da toxina Cry e foram eficientes em controlar até 100% das larvas nos experimentos.

Download PDF
Aviso de cookies
Usamos cookies para melhorar a experiência de nossos usuários em nosso site. Ao acessar nosso conteúdo, você aceita o uso de cookies como prevê nossa política de cookies.
Saiba Mais