Home Publicações Efeitos do não controle das lavouras de soja

Publicações

Efeitos do não controle das lavouras de soja

A soja é uma das culturas mais relevantes para a economia brasileira. Na safra 2018/19, foram colhidas 113,8 milhões de toneladas, segundo a Conab. Além de atender ao mercado doméstico, a oleaginosa é exportada na forma de grão, óleo e farelo. Em 2018, o Brasil exportou mais de 83,6 milhões de toneladas de soja em grão, de acordo com dados da Secex, gerando receita de aproximadamente US$ 41 bilhões. Esse montante, por sua vez, foi responsável por quase 40% do faturamento externo com o agronegócio brasileiro e 17% das exportações totais do País.

Somente para o controle da ferrugem asiática da soja, principal doença da cultura, os produtores investem diretamente R$ 5,75 bilhões anualmente. Porém, sem o controle adequado, a doença alcançaria patamares alarmantes, chegando a reduzir 30% da produtividade, o que significaria a necessidade de mais de R$ 30 bilhões em investimentos adicionais para compensar a perda – seja com o plantio de novas áreas ou com o aumento dos preços internos, que precisariam ser ajustados em 22,9%.

Download PDF
Aviso de cookies
Usamos cookies para melhorar a experiência de nossos usuários em nosso site. Ao acessar nosso conteúdo, você aceita o uso de cookies como prevê nossa política de cookies.
Saiba Mais